Liderado pelo presidente de honra do PSB, Serafim Corrêa, um grupo de socialistas está com passagens marcadas para viajar na segunda-feira, dia 20, com a missão de levar ao presidente nacional da legenda, em Brasília, o ex-governador interino e presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), deputado David Almeida.

Dois assuntos fazem parte da pauta: a filiação do parlamentar ao PSB e a possibilidade de David ser o nome da legenda para disputar o cargo de governador do Estado nas eleições do ano que vem.

O namoro dele com o PSB começou com um aceno que o parlamentar fez ao partido no dia 30 de setembro, em entrevista ao BNC. Na ocasião, provocado pelo site a comentar seu futuro partidário, já que rompeu com o PSD, na eleição suplementar, David incluiu o partido de Serafim com opção de abrigo.

No dia seguinte, Serafim Corrêa abonou o flerte dizendo que David Almeida seria bem vindo ao PSB.

Outro sinal de que David Almeida mira partidos de centro-esquerda ocorreu no fim de outubro, em evento regional do PCdoB, no qual revelou que vinha recebendo “cantadas” comunistas.

Nesse bloco partidário que está se formando, partidos como o PSB, PCdoB e PT estão escancarando suas portas porque criaram boas perspectivas de chapas à Câmara dos Deputados e para a ALE-AM, mas ainda estão sem cabeça de chapa majoritária.

Nesse caso, essas legendas de centro-esquerda estão abrindo suas portas para projetos como o de David Almeida, que pretende disputar o cargo governador do Estado e pode levar para esse projeto a ex-deputada federal Rebecca Garcia (PP), que planeja disputar vaga de senadora.

 

Foto: BNC