Considerada nociva para os cidadãos, a ordem e a segurança pública por mostrar indícios de extremismo, além de ameaçar a vida das pessoas ao não permitir a doação de sangue por seus seguidores, o Ministério da Justiça pediu e o Tribunal Supremo da Rússia proibiu hoje, dia 20, as atividades da religião Testemunhas de Jeová.

Além de determinar o encerramento das atividades de 395 filiais da igreja no país, o governo russo confiscou as propriedades da organização.

A notícia é da Veja. Confira na íntegra.

 

Foto: Centro Administrativo das Testemunhas de Jeová na Rússia/Reprodução de JW.org