O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Marcos Pereira, do PRB, foi denunciado na delação do dono da JBS, Joesley Batista, de receber R$ 4,2 milhões de propina para liberar empréstimo à empresa na Caixa Econômica.

Segundo o delator, o valor acertado foi de R$ 6 milhões, que deveriam ser pagos em parcelas na casa do ministro.

O último pagamento foi de R$ 700 mil, no dia 24 de março deste ano.

Confira a matéria completa na Veja.

 

Foto: Fernanda Cruz/Agência Brasil