O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) já encerrou, desde a cassação do ex-governador José Melo (Pros), em maio deste ano, cinco processos com o mesmo objetivo que tramitavam contra ele na Justiça Eleitoral.

Três desses processos foram extintos sem resolução do mérito por perda de objeto. Outros dois, com resolução do mérito e com entendimento dos membros do TRE-AM que os mesmos não conseguiram comprovar a irregularidade apontada na denúncia.

O ex-governador, no entanto, ainda tem processos tramitando no TRE-AM contestando as eleições 2014. O mais polêmico, e que há meses está pronto para julgamento, é o caso em que o Ministério Público Eleitoral (MPE) acusa Melo de ter usado a Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) em benefício de sua campanha e da candidatura do deputado estadual Platiny Soares.

 

Foto: Divulgação