O governador José Melo (Pros) está em Brasília. Viajou ontem à noite para tratar da crise no sistema prisional do Estado e aproveita para ir atrás de R$ 300 milhões na Caixa Econômica Federal e mais R$ 115 milhões do Proinvest, do Banco do Brasil.