01/12/2016
15:31

Rapidinhas

 

URGENTE 15:25 MOVIMENTO “NÃO AO AUMENTO” DIZ QUE VAI PARAR O CENTRO DE MANAUS NA SEXTA

Padilha passa bem e volta para enfrentar denúncia

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, passa bem após cirurgia de próstata a que  foi submetido na tarde desta segunda-feira, dia 27, em Porto Alegre.  Padilha ficará sob observação por dois dias. A assessoria de imprensa do ministro informou que ele deve retornar ao trabalho na próxima segunda-feira, dia 6.

O afastamento de Padilha ocorre no momento em que o advogado José Yunes, amigo e ex-assessor do presidente Michel Temer,  disse em depoimento ao Ministério Público Federal que recebeu um envelope em 2014 a pedido do ministro.

Em entrevista ao blog de Andréia Sadi, Yunes disse que o “envelope” foi deixado em seu escritório por Lúcio Funaro, doleiro ligado ao ex-deputado Eduardo Cunha e que hoje está preso pela Lava Jato.

Sassá diz que é petista

O vereador Sassá da Construção Civil (PT) se apressou em negar a afirmação de interlocutores do próprio PT- Manaus que veem a candidatura dele à presidência municipal da legenda como uma interferência do prefeito Arthur Neto (PSDB) no processo de eleição interna. Via assessoria, Sassá diz que “entende que o mandato vem em primeiro lugar na defesa das reivindicações da população e dos trabalhadores. Nesse processo, se a Prefeitura de Manaus tiver o mesmo posicionamento que vai de encontro com as reivindicações populares, terá todo apoio do vereador”.

Ele diz ainda em nota enviada ao BNC na noite deste domingo, dia 26, que como filiado do Partido dos Trabalhadores “tem todo o direito de se candidatar à presidência municipal do partido e concorrer ao cargo no processo democrático”.

 

Foto: CMM

Tucano disfarçado

Membros do PT-Manaus veem como tucana a candidatura de Sassá da Construção Civil à presidência municipal do partido. Com poucos dias de mandato, os petistas já o consideram um tucano disfarçado dentro do Partido dos Trabalhadores. Para interlocutores da sigla, no comando do PT, Sassá irá representar a interferência do prefeito Arthur Neto (PSDB) neste processo.

 

Foto: CMM

Pressão por CPI do transporte causa tumulto

Durante a audiência pública na Câmara Municipal de Manaus, manifestantes faziam pressão para que os vereadores assinassem o requerimento de CPI do transporte. Um tom de cobrança mais veementemente causou um tumulto entre o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Josildo, o irmão dele, vereador Jaildo e os manifestantes.

Um dos assessores do vereador chegou a dizer. “Pode vir, pode vir que eu não estou amarrado não”. Ele foi contido pela vereadora Joana D’Arc. Logo em seguida, houve a tentativa de invasão do plenário por mais de 20 manifestantes.

Uma tarifa: duas planilhas

O diretor jurídico do Sinetram, Fernando Borges, afirmou ao BNC que a planilha apresentada pela prefeitura de Manaus, nesta sexta- feira, dia 24, em audiência pública na Câmara Municipal de Manaus, é diferente da elaborada pelo sindicato.
De acordo com ele, o Sinetram só tomou conhecimento dos valores apresentados pela prefeitura hoje.  Ele afirmou que caso haja  divergências, haverá contestação dos dados.

Veja o vídeo.

Segurança contra incendiários

O prefeito de Manaus, Marcos Rotta (PMDB), acordou cedo nesta sexta, dia 24, porque precisava apagar o incêndio da insatisfação dos usuários de ônibus, que ontem foram abandonados nas ruas por rodoviários e empresários.

Rotta foi ao secretário de Segurança Pública do Governo do Estado (SSP-AM), Sérgio Fontes, pedir garantias do policiamento para circulação dos ônibus. E recebeu promessa de reforço na vigilância, com policiais à paisana nos coletivos, e equipes atrás dos incendiários de ônibus.

Realinhamento

Após quatro meses de relações estremecidas com o governador José Melo (Pros), o deputado Sidney Leite (Pros) voltou a participar de eventos do governo. Ele foi à inauguração do Centro Cultural Thiago de Mello, na Zona Leste, e até chegou aplaudir Melo.

Os dois se distanciaram por causa da presidência da ALE-AM. Sidney queria o cargo, mas o governador apoiou David Almeida (PSD). Por causa da relação arranhada, o deputado perdeu até a liderança do governo na ALE-AM.

OAB-AM amarelou!

De integrante da Defensoria Pública, depois que acionou a Justiça contra o reajuste da tarifa do transporte público: “A OAB-AM amarelou, mas a Defensoria entrou com a ação, com o apoio do Ministério Público Estadual, ontem, às 23h”.

A Defensoria Pública esperava a participação da Ordem na ação, porque houve até reunião para discutir o assunto.

TJ-AM escolhe lista tríplice do MP-AM no dia 7

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) deve escolher na primeira sessão do Pleno, logo depois do Carnaval, no dia 7, a lista tríplice para a eleição de desembargador da cota do Ministério Público do Amazonas (MP-AM).
Para bater o martelo sobre a data, o presidente do TJ, Flávio Pascarelli, espera que a lista sêxtupla que será formada nesta quinta-feira, dia 23, seja enviada ao tribunal até amanhã.

SIGA BNC


PARA PENSAR