Desde sábado (6), quando postou um vídeo no Facebook no qual compara o discurso de Jair Bolsonaro (PSC-RJ) ao de Adolf Hitler, a jornalista e ex-apresentadora do “Jornal Nacional” e outros programas da TV Globo Valéria Monteiro, 52, se tornou alvo de ataques na internet.

Pré-candidata à Presidência, ela se filiou, na manhã desta sexta-feira (12), ao PMN.

Comentários que diziam “Vai lavar louça” e outros que resgatavam a capa da “Playboy” feita em 1994 foram usados para desqualificar a jornalista, novata no mundo político.

O vídeo, com 3 milhões de visualizações no Facebook, foi compartilhado por Bolsonaro.

Valéria afirma que não quis fazer nenhuma ofensa ao deputado federal, mas chamá-lo para o debate.

“Considero que as ideias que ele propaga dividem ainda mais o Brasil e trazem uma incitação a uma violência ainda maior do que sofremos”.

Nas próximas semanas, novos vídeos devem ser lançados pela pré-candidata fazendo referência ao que Valéria chama de “velhas raposas na política”.

Fonte: Política ao Minuto

Veja, a seguir, outro vídeo no qual Valéria conclama os brasileiros a apoiá-la antes de se filiar ao PMN.

 

 

Foto: Reprodução/Programa do Amaury