O governador Amazonino Mendes (PDT) acabou hoje, dia 4, com o pagamento do servidor da administração pública até o quinto dia útil do mês subsequente. Por decreto (38.401), ele estabelece que a partir de 2018 o salário sai dentro do mês trabalhado.

Assim, fica revogado decreto (38.066) do ex-governador interino David Almeida (PSD), que em julho criou esse pagamento alongado.

O decreto mantém três grupos de pagamentos de servidores, que receberão até o dia 30 ou 31 de cada mês.

Está confirmado pelo governo o pagamento da última parcela do 13º salário do funcionalismo público para os dias 19 e 20 deste mês. Pela previsão, serão injetados na economia mais de R$ 105 milhões.

 

Foto: BNC