Os deputados estaduais, que devem disputar a reeleição em 2018 ou tentar cargos mais altos, preparam-se para pôr suas digitais no direcionamento de R$ 120 milhões do orçamento do Estado no ano eleitoral.

De acordo com informe feito em reunião dos parlamentares nesta segunda-feira, dia 13, a Mesa Diretora da ALE-AM passará aos deputados um cronograma sobre a tramitação da Lei Orçamentária Anual (LOA) e as emendas impositivas que cabe a casa um deles devem ser apresentadas entre os dias 21 e  27 de novembro.

Lei aprovada no ano passado na ALE-AM,  proposta pelo então deputado e agora prefeito de Parintins, Bi Garcia (PSDB), garantiu que cada um dos deputados possa apontar onde o Estado deve gastar R$ 5 milhões do orçamento, a cada ano.

Em 2017, como não estava prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2016 e em função da troca de três governadores num só ano, os deputados não conseguiram fazer uso do orçamento impositivo. Mas, em 2018, serão agraciados com mais este benefício.

Obras

Na mesma reunião, o presidente da ALE-AM David  Almeida (PSD) anunciou interesse em promover três  obras internas na assembleia. Uma é a retomada da construção da creche para os filhos das funcionárias a ALE-AM, e colocar cobertura para carros que estacionam nas  vagas fora do edifício garagem.

 

Foto: BNC