Juristas, advogados, políticos, movimentos sociais e entidades de classe assinaram uma carta aberta do centro acadêmico 11 de Agosto, da Faculdade de Direito da USP, que pede a renúncia do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

O manifesto é uma reação da entidade estudantil do largo São Francisco aos massacres em presídios dos últimos dias. Moraes, caracterizado como “inábil” e “omisso” no documento, é professor na faculdade.

Ex-ministros como José Eduardo Cardozo (Justiça), Tarso Genro (Justiça), Maria do Rosário (Direitos Humanos) e Rogério Sottili (Direitos Humanos) endossaram a carta.

A notícia é divulgada pela colunista Mônica Bergamo, da Folha.

Conta outra, ministro!

Foto: BNC