Barras de ferro, tesouras, machado, celulares e outros objetos ilícitos para um presídio foram encontrados nesta terça-feira, dia 10, na área do  regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj). A revista foi realizada pela  Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e contou com o apoio do Exército Brasileiro com equipamentos de fiscalização de ponta, que auxiliaram no processo de busca de materiais proibidos.

Todas as áreas do Compaj Semiaberto foram revistadas minuciosamente. Os equipamentos do Exército auxiliaram na precisão de locais onde estavam enterrados diversos objetos ilícitos, já que a unidade possui um amplo terreno e área verde por ser considerada uma Penitenciária Agrícola.

Entre os materiais apreendidos estão: 76 estoques, 72 barras de ferro, 31 carregadores de celular, 20 munições, 25 lanternas, 2 rádios transmissores, 6 celulares, diversas ferramentas como machado, chaves de fenda, serrotes, tesouras, alicates, 2 balanças de precisão, 9 pen drives e 4 porções de entorpecentes.

A revista teve início por volta das 6h30 e contou com efetivo de 171 policiais militares das tropas do Comando de Policiamento Especializado (CPE): Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), Batalhão de Choque, Comando de Operações Especiais (COE), Companhia Independente de Policiamento com Cães (Cipcães), Cavalaria, Grupamento de Manejo de Artefatos e Explosivos (Marte), Grupamento de Radiopatrulhamento Aéreo (Graer) e Força Tática, além de servidores da Seap, uma equipe do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) da Polícia Civil e Exército Brasileiro.