O ex-governador José Melo (Pros) teria omitido na declaração de bens à Justiça Eleitoral na campanha de 2014 uma lancha no valor de R$ 3 milhões.

Isso é o que cita nota da Controladoria-Geral da União no Amazonas (CGU/AM) divulgada nesta terça, dia 9. Esse valor teria sido pagado ao ex-governador por empresa que tinha contratos com o governo.

Segundo a CGU, essa irregularidade foi encontrada nas investigações sobre o patrimônio de Melo e “movimentações financeiras suspeitas”.

A notícia é do Estadão, no Notícias ao Minuto.

 

Foto: Divulgação/Secom