Assim como aconteceu na sabatina organizada pelo Conselho Regional de Economia do Amazonas (Corecon-AM), quatro dias depois do primeiro turno, o candidato a governador pelo PMDB na eleição suplementar, Eduardo Braga, não terá confronto com o adversário, Amazonino Mendes (PDT), em evento programado para isso.

Seria no debate que a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Amazonas (OAB-AM), realizará a partir das 21h30, com os candidatos ao governo, no auditório da Ordem, em Manaus.

BNC vai transmitir o evento em sua fan page e pelo site.

Braga confirmou presença e sua assessoria informou na manhã desta quinta-feira, dia 17, que o peemedebista está se preparando para a discussão, que, nesta fase da disputa política, ainda não teve nem deverá ter debate organizado pelas grandes emissoras de TVs.

Amazonino, porém, descartou sua presença. A assessoria do candidato informou ao BNC que o convite da OAB-AM chegou em cima da hora, ontem, e conflita com compromissos assumidos por ele antes.

Ontem, em texto enviado à imprensa, os organizadores já previam a ausência de um dos debatedores e faziam a seguinte ressalva:

“Caso um dos candidatos não compareça, o formato do debate deve ser alterado de forma que o candidato presente terá 30 minutos para responder as perguntas formuladas pela produção do debate”.

A OAB-AM vai cobrar entrada ao auditório do evento, que tem capacidade para acomodar 600 pessoas. O ingresso será uma caixa ou pacote de leite em pó, que será revestido para a Instituição Raio de Sol.

 

Foto: BNC/Em 10/08/2017