Por Rosiene Carvalho, da redação

 

Os candidatos a governador do Amazonas Amazonino Mendes (PDT) e Eduardo Braga (PMDB) devem ter 40 minutos por dia, cada um deles, de segunda a sábado, durante 14 dias, para apresentar propostas e argumentos com o objetivo de conquistar o voto dos eleitores neste segundo turno da disputa. Serão 40 minutos de exposição em cada uma das rádios e 40 minutos nas emissoras de TV.

O BNC apurou que a tendência no Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM ) é manter a regra definida para a propaganda antes mesmo da apresentação dos registros das nove coligações que disputaram o cargo, apesar da divergência entre candidatos sobre o tempo de TV e rádio para este segundo turno.

A Resolução 13/2017, no parágrafo único do artigo 4º, determina que, se houver segundo turno, será mantido o tempo estabelecido para o primeiro turno da disputa.

Portanto, cada um dos candidatos terá 10 minutos diários, sendo 5 de 12h a 12h10 e mais 5 de 19h30 a 19h40 para programas na TV, entre os dias 12 e 25 de agosto, de segunda a sábado.

Na rádio, mesmo tempo diário, de 7h30 a 7h40 e de 11h30 a 11h40.

Além disso, a resolução determina que as inserções serão de 3o minutos diários, para cada um candidato, divididas ao longo da programação diária das emissoras de TV e rádio, de segunda a domingo.

Com esse caminho, o presidente do TRE-AM, Yedo Simões, evita polêmicas em alterar as regras no intervalo do jogo. Em geral, ele leva as decisões desta natureza ao pleno para que a mesma seja referendada pelo colegiado.

Dificilmente o pleno refaz a decisão do presidente nesse contexto. A expectativa é que o pleno analise a questão nesta quinta-feira, dia 10.

 

Leia mais

TRE mantém propaganda dos candidatos no rádio e TV em 10 minutos

Sem acordo de candidatos, TRE decidirá regras da propaganda

 

Fotos: Reprodução/Facebook